Category: Uncategorized

WORKSHOP: Management – Lisboa (10 Out.), Coimbra (11 Out.) e Porto (12 Out.)

                         

A AMAEI, com o apoio da AUDIOGEST, regressam com os workshops, desta vez dedicados à gestão de carreiras.

Será nosso convidado Keith Harris.
Iniciou a sua carreira em Londres na Transatlantic records e ao longo do seu percurso profissional passou pela EMI Records, pela Motown e por empresas do artista Stevie Wonder.
Trabalhou com vários artistas, tais como Marvin Gaye, Diana Ross, Smokey Robinson, The Commodores, Rick James, The Supremes, Thelma Houston e muitos outros.
Criou a sua empresa, Keith Harris Music Limited, actualmente é presidente da Musictank e foi presidente da EMMA the European Music Managers Alliance e do MMF.

 

Inscrições para anarita@amaei.org ou 963314208 até dia 18 Maio (Lisboa) e 25 de Maio (Porto).

Condições: Gratuito para associados AMAEI e AUDIOGEST. Custo 10€ para o público em geral.

WORKSHOP: Distribuição e Marketing Digital na Música – 09/03/2018 – 15:00h no Palácio Baldaya, Lisboa

No próximo dia 9 de março pelas 15:00h regressamos ao Salão Nobre do Palácio Baldaya para o novo workshop AMAEI, sobre Distribuição e Marketing Digital na Música.

Em 2016, a distribuição digital gerou 50% das receitas globais da música editada. No entanto, são muitas as questões relativas à rentabilidade e credibilidade das plataformas de distribuição. É fundamental perceber como funcionam estas plataformas para fazer escolhas de forma informada no momento de assinar um contrato de distribuição digital.

A par da distribuição digital, a comunicação e o marketing online revestem-se hoje da maior importância na divulgação de música. Com as novidades tecnológicas em constante desenvolvimento, uma actualização constante de conhecimentos é uma necessidade na comunicação cultural

O desafio atual de cada artista/empresa passa por uma estratégia integrada, entre o offline e o online.

1ª Parte: Distribuição Digital com Vítor Macedo (Country Manager Altafonte)

2ª Parte: Marketing e Comunicação Digital com Raquel Lains (Let’s Start a Fire)

A programação Workshops AMAEI 2018 tem o apoio da AUDIOGEST.

As inscrições estão abertas até dia 8 de março às 17h para anarita@amaei.org ou 963314208.

Condições: Gratuito para associados AMAEI e AUDIOGEST. Custo 10€ para o público em geral.

Pós-Graduação “Gestão nas Indústrias da Música”

A AMAEI estabeleceu uma parceria com a Coimbra Business School (CBS), no âmbito de desenvolver um programa de Pós-Graduação em Gestão nas Indústrias da Música.

Esta formação visa proporcionar aos formandos as competências e as ferramentas necessárias para uma atuação empreendedora, empresarial e comercial na indústria da música nacional e internacional, particularmente na indústria fonográfica. A pós-graduação foi estruturada com o objetivo de fornecer conhecimentos e competências práticas e conteúdos sólidos e atualizados sobre as indústrias da música e os setores económicos direta e indiretamente relacionados. Para o efeito, o plano do curso é abrangente e focado em áreas consideradas fundamentais e estruturantes para o perfil de uma/um music business manager (nos seus vários domínios: cognitivo, intelectual, cultural, técnico e prático).

A pós-graduação proporcionará uma sólida preparação para a atuação na indústria a nível nacional e internacional, disponibilizando aos seus formandos uma oferta formativa única em Portugal. Pretende-se, assim, criar condições com vista ao desenvolvimento de competências transversais potenciadoras de sinergias entre várias áreas de conhecimento e a sua aplicabilidade e pragmatização empresarial, nacional e internacionalmente. As indústrias da música sofreram uma mudança de paradigma na viragem do milénio, com a desmaterialização da música e a proliferação do acesso à internet. Num mercado global e competitivo é cada vez mais pertinente e necessário que os músicos, empresários, técnicos e gestores ligados a esta indústria estejam devidamente apetrechados com os conhecimentos, as ferramentas e as competências adequados.

A formação será ministrada por profissionais de reconhecido desempenho e mérito, com diferentes formações e experiências profissionais (especialistas, gestores, investigadores, empresários).

O curso estrutura-se em cinco módulos: o primeiro módulo será direcionado para um enquadramento histórico e cultural; o segundo tratará das questões relacionadas com a gestão e planeamento de editoras e produtoras fonográficas; o terceiro incidirá sob os aspectos legais ligados à indústria da música, o quanto sobre a gestão prática de RH e contabilidade para indústrias culturais, e o quinto e último módulo será dedicado à elaboração de um projecto individual de negócio.

Destinatários

Titulares com o grau mínimo de licenciatura ou com curriculum profissional de mérito; músicos, empresários, empreendedores, agentes, etc.

Benefícios para associados:

Os associados membros da AMAEI beneficiam de 20% de desconto na propina anual.

Mais informações:

http://bs.iscac.pt/posgraduacao/Gest%C3%A3oIndustriasmusica

bs@iscac.pt

ou

ana@amaei.org

WORKSHOP AMAEI: A Internacionalização da Música Portuguesa

 

WORKSHOP AMAEI_LISBOA_MARCO17_POSTER-01

Dia 21 de Março a AMAEI promove mais um workshop na Sala Multiusos do CIM – Centro de Inovação da Mouraria, sobre um tema vital à sustentabilidade e profissionalização da música portuguesa: a internacionalização.

Num mercado global com a Internet como ferramenta essencial de divulgação e distribuição de música, é fundamental olhar para o mercado sem fronteiras e compreender que tipo de estratégias de exportação se podem adoptar, mediante os objectivos e o tipo de música e de artistas que se pretendem internacionalizar.

No rescaldo da participação de mais de 20 artistas e de uma comitiva de muitaz dezenas de profissionais portugueses no Eurosonic, aquando do Portugal Country Focus, teremos aqui uma excelente oportunidade de perceber o impacto que este tipo de iniciativas de internacionalização têm nas carreras dos artistas nacionais. Com convidados especiais (a divulgar), esta será uma sessão de partilha de conhecimento e de apredizagem dedicada a todos os profissionais da música.

O workshop vai proporcionar uma visão global e sistematizada sobre o que se pode e deve fazer para levar a nossa música além fronteiras.

Orador: Nuno Saraiva – Presidente da AMAEI; Director Executivo da Associação Why Portugal; Editor e Publisher; Consultor de Desenvolvimento Internacional; Membro fundador do MMF; Membro da Direcção da IMPALA.

Inscrição: 10 euros
Gratuito para associados AMAEI
Inscrições e questões por e-mail para ana@amaei.org até dia 20 de Março

Local e hora: Sala Multiusos, Centro de Inovação da Mouraria na Travessa dos Lagares 1, 1100-.300 Lisboa, pelas 15h

Esperamos por vocês!

Evento no Facebook.

Esperamos por vocês!

AMAEI promove sessões de esclarecimento da plataforma WHY Portugal em Portimão, Porto e Lisboa, com entrada gratuita

unnamed (1)

  • 20 fevereiro – Associação Contramaré, Portimão
  • 23 fevereiro – Maus Hábitos, Porto
  • 25 fevereiro – Centro de Inovação da Mouraria, Lisboa

Portugal será o país de destaque na edição de 2017 da maior conferência profissional de música e showcase festival da Europa: o Eurosonic Noorderslag.

Atualmente, estima-se que Portugal conta com mais de 4800 artistas de todas as estéticas musicais, mais de 180 editoras de música, mais de 30 agências e produtoras, mais de 215 festivais de música, cerca de 2 milhões de festivaleiros80 estúdios de gravação e 20 milhões de Euros em comércio de fonogramas.

Considerando estes números, a plataforma WHY Portugal tem como objetivo agregar artistas e profissionais da indústria da música portuguesa numa base de dados o mais completa possível, seguindo a lógica de plataforma de music exchange, fomentando contactos B2B bem como apresentando os artistas nacionais e as equipas profissionais que os representam ao Comité de Programação do Festival que, num momento mais próximo do evento, irá divulgar os artistas portugueses convidados a integrar a programação especial do Eurosonic dedicada a Portugal.

Em 2017, a programação do Eurosonic irá integrar entre 20 a 25 projetos e artistas portugueses que terão a oportunidade de apresentar o seu trabalho perante uma audência de mais de 4.000 representantes do mercado da música internacional, nomeadamente booking agencies, programadores de festivais, e outros profissionais de importância primária na internacionalização de carreiras artísticas.

Tal como anunciado no arranque da plataforma WHY Portugal, ao longo do ano de 2016, a AMAEI – Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes, curadora desta plataforma, vai desenvolver uma série de sessões de esclarecimento para profissionais da área da música, começando já no mês de fevereiro.

As primeiras sessões acontecem nos dias 20, 23 e 25 de fevereiro em Portimão, no Porto e em Lisboa, respetivamente, com o objetivo de descentralizar a informação, fazendo-a chegar a vários pontos chave do país. Contam com a presença de representantes das entidades que colaboram na plataforma WHY Portugal – AMAEI e Antena 3 bem como Aporfest e MMF Portugal – e pretendem reunir editoras, agentes, managers, músicos, e vários profissionais integrados no cluster da música em Portugal.

Nestas sessões será explicada a origem da plataforma WHY Portugal e a razão da sua existência, a sua missão, o significado do destaque que será dado a Portugal enquanto “country focus” no Eurosonic 2017 e a importância de agregar nesta plataforma todos os subsetores da música, atribuindo força e representatividade à delegação portuguesa presente no Eurosonic em 2017.

Mais informações – Sessões Why Portugal:

20 fevereiro – Associação Contramaré
Quinta do Amparo, Lote 10 – 1.D, 8500-000 Portimão
17:00 | Entrada Gratuita

23 fevereiro – Maus Hábitos – Espaço de Intervenção Cultural
Rua Passos Manuel, 178 – 4º, 4000-382 Porto
15:00 | Entrada Gratuita

25 fevereiro – Centro de Inovação da Mouraria, Lisboa
Travessa dos Lagares,1, Lisboa
17:00 | Entrada Gratuita

Sobre a plataforma WHY Portugal:

WHY Portugal | http://www.whyportugal.org

AMAEI – Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes | http://www.amaei.org

Antena 3 | http://antena3.rtp.pt
Sobre o Eurosonic:

Eurosonic Noorderslag acontece na cidade holandesa de Groningen e celebrou a sua 30ª edição este ano. Conta com mais de 3.900 profissionais da indústria da música, mais de 340 showcases de artistas holandeses e internacionais e 175 painéis e conferências. É o ponto de partida para o debate e principal rede de contactos para a indústria da música internacional focado na música europeia, digressões, festivais, música ao vivo e media.

Pro Nobis – Uma alternativa aos Recibos Verdes

logo-pronobis horizontal

A Pro Nobis, C.R.L. é uma entidade sem fins lucrativos, que providencia aos profissionais do sector artístico uma solução comunitária alternativa ao regime de Recibos Verdes.

Os cooperadores da Pro Nobis não precisam de abrir actividade nas Finanças. A Pro Nobis trata de tudo e entrega ao Estado as contribuições via regime de trabalho por conta de outrem. Mas só quando há rendimentos, sem obrigações extra para com o Estado nas alturas do ano em que não há trabalho.

BENEFÍCIOS:

  • Gestão de cobranças de cachets
  • Retenção de IRS calculada pela tabela para Trabalhadores por Conta de Outrem
  • Retenção da contribuição para a Segurança Social correspondente ao valor real do rendimento, sem sujeição a escalões pré-definidos
  • Possibilidade de apresentação de despesas relacionadas com a actividade profissional
  • Serviço de contabilidade para organização de finanças pessoais e entrega de declarações de IRS
  • Seguro de acidentes de trabalho
  • Nos casos de penhora por dívida ao Estado, desconto de apenas uma percentagem do rendimento para pagamento da dívida, em vez da retenção total sobre a prestação de serviços

Mais informações em:

www.pronobis.pt

geral.pronobis@gmail.com

facebook.com/pronobiscooperativa

Frankie Chavez e Batida nomeados para os prémios de melhor álbum independente do no da IMPALA

A AMAEI tem o prazer de divulgar que nomeou para os prémios de melhor álbum independente do ano de 2014 da IMPALA os álbuns “Heart & Spine” de Frankie Chavez (Search Records – edição nacional), e “Dois”, de Batida (Soundway Records – edição internacional).

A AMAEI é a entidade nacional que representa os editores fonográficos independentes nacionais e a que nomeia, por meio de votação de todos os seus associados, os álbuns para as categorias de melhor edição nacional e internacional.

Recordamos que Batida actuou recentemente no festival Eurosonic 2015 na Holanda, juntamente com Fumaça Preta, Moullinex e Throes + The Shine, festival onde Frankie Chavez também já actuou no passado.

Www.amaei.org

Ver aqui o press-release da IMPALA: http://impalamusic.org/content/23-albums-european-independent-album-year-award

Um lobby independente / An independent lobby

O panorama da música nacional mudou. Os antigos paradigmas do “music business”, tal como os conhecíamos, já não correspondem à realidade dos novos artistas e novos talentos que surgem cada vez mais rapidamente em Portugal, em moldes cada vez mais inovadores e independentes. De certa forma, a palavra-chave para compreender estas novas abordagens à construção da carreira de cada novo artista é “autonomia”.

E assim, vão surgindo pelo panorama nacional artistas e pequenas editoras autónomas um pouco por todo o país; desde edições de autor a editoras independentes, a novas agências e modelos de negócios mais inovadores, a nova geração de talento nacional está munida de ferramentas actuais, afim de encontrar o seu público.

Contudo, neste quadro de nova criatividade e empreendorismo, surge a necessidade de organizar os pontos comuns a toda esta nova geração plural e autónoma. Tanto a nível nacional como internacional existem vários pontos de convergência de interesses comuns a defender e demarcar neste novo sector independente.

É esta a missão da AMAEI.