AMAEI promove sessões de esclarecimento da plataforma WHY Portugal em Portimão, Porto e Lisboa, com entrada gratuita

unnamed (1)

  • 20 fevereiro – Associação Contramaré, Portimão
  • 23 fevereiro – Maus Hábitos, Porto
  • 25 fevereiro – Centro de Inovação da Mouraria, Lisboa

Portugal será o país de destaque na edição de 2017 da maior conferência profissional de música e showcase festival da Europa: o Eurosonic Noorderslag.

Atualmente, estima-se que Portugal conta com mais de 4800 artistas de todas as estéticas musicais, mais de 180 editoras de música, mais de 30 agências e produtoras, mais de 215 festivais de música, cerca de 2 milhões de festivaleiros80 estúdios de gravação e 20 milhões de Euros em comércio de fonogramas.

Considerando estes números, a plataforma WHY Portugal tem como objetivo agregar artistas e profissionais da indústria da música portuguesa numa base de dados o mais completa possível, seguindo a lógica de plataforma de music exchange, fomentando contactos B2B bem como apresentando os artistas nacionais e as equipas profissionais que os representam ao Comité de Programação do Festival que, num momento mais próximo do evento, irá divulgar os artistas portugueses convidados a integrar a programação especial do Eurosonic dedicada a Portugal.

Em 2017, a programação do Eurosonic irá integrar entre 20 a 25 projetos e artistas portugueses que terão a oportunidade de apresentar o seu trabalho perante uma audência de mais de 4.000 representantes do mercado da música internacional, nomeadamente booking agencies, programadores de festivais, e outros profissionais de importância primária na internacionalização de carreiras artísticas.

Tal como anunciado no arranque da plataforma WHY Portugal, ao longo do ano de 2016, a AMAEI – Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes, curadora desta plataforma, vai desenvolver uma série de sessões de esclarecimento para profissionais da área da música, começando já no mês de fevereiro.

As primeiras sessões acontecem nos dias 20, 23 e 25 de fevereiro em Portimão, no Porto e em Lisboa, respetivamente, com o objetivo de descentralizar a informação, fazendo-a chegar a vários pontos chave do país. Contam com a presença de representantes das entidades que colaboram na plataforma WHY Portugal – AMAEI e Antena 3 bem como Aporfest e MMF Portugal – e pretendem reunir editoras, agentes, managers, músicos, e vários profissionais integrados no cluster da música em Portugal.

Nestas sessões será explicada a origem da plataforma WHY Portugal e a razão da sua existência, a sua missão, o significado do destaque que será dado a Portugal enquanto “country focus” no Eurosonic 2017 e a importância de agregar nesta plataforma todos os subsetores da música, atribuindo força e representatividade à delegação portuguesa presente no Eurosonic em 2017.

Mais informações – Sessões Why Portugal:

20 fevereiro – Associação Contramaré
Quinta do Amparo, Lote 10 – 1.D, 8500-000 Portimão
17:00 | Entrada Gratuita

23 fevereiro – Maus Hábitos – Espaço de Intervenção Cultural
Rua Passos Manuel, 178 – 4º, 4000-382 Porto
15:00 | Entrada Gratuita

25 fevereiro – Centro de Inovação da Mouraria, Lisboa
Travessa dos Lagares,1, Lisboa
17:00 | Entrada Gratuita

Sobre a plataforma WHY Portugal:

WHY Portugal | http://www.whyportugal.org

AMAEI – Associação de Músicos Artistas e Editoras Independentes | http://www.amaei.org

Antena 3 | http://antena3.rtp.pt
Sobre o Eurosonic:

Eurosonic Noorderslag acontece na cidade holandesa de Groningen e celebrou a sua 30ª edição este ano. Conta com mais de 3.900 profissionais da indústria da música, mais de 340 showcases de artistas holandeses e internacionais e 175 painéis e conferências. É o ponto de partida para o debate e principal rede de contactos para a indústria da música internacional focado na música europeia, digressões, festivais, música ao vivo e media.